Testes e diagnóstico do diabetes

Como muitas outras doenças crônicas, o diabetes mellitus (especialmente o tipo 2) geralmente não apresenta sintomas evidentes. Se você é daqueles que espera até que os sintomas apareçam, você está colocando em risco sua própria vida. Para garantir a sua saúde, você precisa de um check-up médico regular para que seu médico possa fazer o diagnóstico precoce e prescreva o tratamento adequado.

Quem deve fazer um teste de diabetes?

É recomendado que adultos mesmo sem sintomas da doença façam exames preventivos quando eles ou seus familiares pertencerem a um dos seguintes grupos de risco:

  • Pessoas com parentes com diabetes
  • Pessoas de origem de alto risco, como os asiáticos
  • Mulheres com histórico de diabetes gestacional
  • Histórico de doenças cardiovasculares
  • Pessoas com hipertensão arterial
  • Colesterol e/ou triglicérides alterados
  • Mulheres com síndrome do ovário policístico
  • Sedentários
  • Pessoas com condições clínicas associadas à resistência à insulina, como a obesidade grave, a acantose nigricans (pessoas com manchas escuras na pele e principalmente nas dobras e pregas como pescoço, axilas e virilha)
  • Pessoas com mais de 45 anos

Se o teste é normal, deve ser repetido pelo menos a cada 3 anos.

No caso de sinais clínicos de diabetes, o médico pode realizar um dos seguintes três testes específicos antes de chegar a uma conclusão.

Teste de glicose em jejum

Como o nome sugere, o teste de glicose em jejum é realizado após o paciente não ter comido ou tomado nada (exceto água filtrada) por pelo menos 8 horas. É por isso que os médicos geralmente recomendam que você vá ao hospital para tirar amostras de sangue no início da manhã, antes do café da manhã. Se os resultados obtidos a partir de duas medições diárias diferentes forem de 126 mg/dL ou mais, o médico concluirá que o paciente tem diabetes.

Glicose no sangue
em jejum
Significado
Até 99 mg/dLNíveis normais
100 a 125 mg/dLNíveis pré-diabéticos
> ou = 126 mg/dLNíveis diabéticos

Esta é também uma maneira muito eficaz para os médicos avaliarem os efeitos de estilo de vida saudável e tratamento com medicamentos em pessoas que foram diagnosticadas com diabetes anteriormente.

Se você não tem hiperglicemia mas percebe que come muito, bebe muito e perde peso, o médico pedirá a repetição desse teste.

Teste oral de tolerância à glicose

Muitos especialistas acreditam que o teste oral de tolerância à glicose (TOTG) é o teste mais completo, embora seja difícil de implementar e para os pacientes. Após o jejum noturno de aproximadamente 8 horas, uma amostra de sangue será coletada para verificar o nível de glicose no sangue em jejum. Então, seu médico lhe dará uma solução contendo 75 gramas de glicose dissolvida em água e medirá periodicamente seu nível de glicose no sangue nas próximas 2 horas. Demora muito tempo, por isso, quando lhe for pedido para realizar o teste oral de tolerância à glicose, pode preparar alguns livros e revistas para se entreter nesse meio tempo.

Tolerância à glicose (2 horas depois de tomar a solução)Significado
< 140mg/dLNíveis normais
140 a 199 mg/dLNíveis pré-diabéticos
> ou = 200 mg/dLNíveis diabéticos

A vantagem deste teste é que ele ajuda a detectar pré-diabetes e diabetes em mulheres grávidas e pessoas com resistência à insulina.

Teste A1C

O teste A1C (também chamado HbA1C) mede a glicose na hemoglobina, a proteína transportadora de oxigênio nos glóbulos vermelhos. Os resultados refletem o seu nível médio de glicose no sangue nos últimos 2 a 3 meses. O benefício deste método é que você não precisa jejuar ou beber qualquer líquido antes ou durante o teste.

Resultado da A1CSignificado
Menos de 5.7% Níveis normais
5.7% - 6.4%Níveis pré-diabéticos
6.5% ou superiorNíveis diabéticos

É importante lembrar que seu médico fará a leitura correta dos resultados e indicará o melhor tratamento.

2019-03-22T09:21:36+00:00março 18th, 2019|Conhecimento Geral|