Dieta para os pacientes com diabetes com doença cardiovascular.

As pessoas com diabetes frequentemente apresentam problemas associados ao excesso de peso, obesidade, sedentarismo, dislipidemia e hipertensão. Por um lado, estas situações causam hiperglicemia, por outro lado, causam aterosclerose – a principal causa da doença cardiovascular.Entre as doenças que afetam o coração o mais grave é o infarto do miocárdio, seguido da insuficiência cardíaca e acidente vascular cerebral (AVC).

Pessoas com diabetes têm de duas a quatro vezes mais riscos  de desenvolver doença cardiovascular do que aqueles que não tem diabetes.Portanto, se você tem diabetes, é preciso controlar bem a glicemia, o peso, a pressão arterial e o perfil lipídico (gorduras) no sangue (colesterol e trigliglicérides) além de não fumar para prevenir doenças cardiovasculares. Agora se você já teve uma doença cardiovascular, deve ter mais cuidado ainda com esses fatores.

Pessoas com diabetes e doença cardiovascular, especialmente aqueles que sofrem de aterosclerose, que tem consequências como o infarto do miocárdio, infarto cerebral e insuficiência cardíaca devem ter alguns cuidados especiais com a alimentação.

A ingestão de alguns alimentos deve ser limitada para evitar a hipertrigliceridemia – a causa da aterosclerose. Estes alimentos são os ricos em colesterol, gordura saturada e gordura trans.

Entre eles estão as carnes gordurosas, vísceras, mariscos, tais como caranguejos e camarões, carnes vermelhas, manteiga, queijo e ovos. Ao processar a carne, as partes mais gordurosas saturadas, como gordura e pele, devem ser removidas.

  • Já os peixes que geralmente contêm altos níveis de ácidos graxos poliinsaturados que reduzem a dislipidemia, devem ser consumidos pelo menos duas vezes por semana.
  • Alimentos ricos em fibras também têm o efeito de reduzir a dislipidemia. Exemplos são o feijão, o quiabo, o arroz integral, a aveia, o brócolis, os vegetais, os cogumelos, as frutas, etc.
  • Outro ponto muito importante é a restrição de sódio, encontrada no sal – cloreto de sódio. Comer sal leva a um aumento consequentemente, da pressão arterial, aumentando a atividade do coração.

Os pacientes devem limitar sua ingestão de sal para menos de 4g por dia, equivalente a 1.500 mg de sódio. Lembre-se que o sódio não é encontrado apenas no sal, mas em alimentos industrializados, molhos prontos, etc.

Mas antes de qualquer mudança em sua alimentação agende uma consulta com o nutricionista para que ele possa traçar um plano adequado ao seu perfil.

2019-04-05T09:06:02+00:00novembro 13th, 2018|Bons Hábitos, Diabetes, Nutrição, Prevenção e Controle|